Araruna-PB, Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018

| Acessibilidade | e-Sic | Transparência

A Secretaria Municipal de Saúde de Araruna, atendendo reivindicação dos moradores do Sítio Baixio do Ernesto e Limão, informa que, após reunião do Conselho Municipal de Saúde (CMS) realizada no mês de abril, foi aprovado pelos membros do CMS a redistribuição territorial das Unidades de Saúde da Família. Desta forma, os moradores residentes no sítio Baixio do Ernesto e Limão que eram atendidos no PSF 06 em Fazenda Nova, passam a integrar ao PSF de Mata Velha, em virtude da proximidade.

O CMS ainda aprovou que a microárea da ACS Maria Juliana da Silva Reinaldo, a qual assiste os sítios Baixio do Ernesto e Limão, será integrada a equipe de saúde da família de Mata Velha.

Os moradores do Baixio do Ernesto, que há muito tempo reivindicavam por essa mudança, agradeceram a sensibilidade e ação da gestão municipal, através do prefeito Vital Costa e da secretária de saúde, Drª América Loudal.

Para a secretária de saúde, Drª América Loudal, a estratégia de gestão definida nesta administração é de um planejamento democrático e participativo, baseado na participação popular. “Quando participamos da plenária do Orçamento Popular, os moradores de Baixio do Ernesto e Limão apontaram como prioridade, a incorporação das famílias das duas comunidades no PSF de Mata Velha, antes atendidos no PSF de Fazenda Nova, e que, por motivo da distância, se torna muito mais confortável o atendimento de forma plena no PSF de Mata Velha. Hoje, anunciamos com alegria a solução do pleito”, destacou a secretária.

O prefeito Vital Costa destacou que esse é um apelo das comunidades desde muito tempo. “A inserção das duas comunidades no PSF de Mata Velha, é uma reivindicação antiga das comunidades. Nosso objetivo é buscar garantir sempre a melhoria e qualidade de vida da população. Este é um governo comprometido com a construção de uma sociedade sem excluídos, justa e democrática para que toda população possa se beneficiar das melhorias advindas do governo municipal que tem trabalhado incansavelmente por melhores indicadores sociais sem distinção para todos”, disse.



Postado por: ASCOM-PMA